Escritório moderno

Parques Tecnológicos em Goiás

Atualmente Goiás conta com cinco Parques Tecnológicos localizados em Goiânia, Cidade Ocidental, Rio Verde, Aparecida de Goiânia, Anápolis e Catalão. Saiba um pouco mais sobre cada um deles!

Parque Samambaia UFG - Goiânia
Captura de Tela 2021-03-04 às 12.55.54.

O Parque Tecnológico Samambaia - PTS é um complexo organizacional de caráter científico e tecnológico mantido pela Universidade Federal de Goiás e destinado ao fortalecimento da cultura empreendedora, do avanço científico, tecnológico e da inovação.

O PTS é destinado a abrigar empresas de base tecnológica, laboratórios e centros de PD&I, espaços de coworking, incubadora de empresas, entre outras estruturas voltadas ao apoio e desenvolvimento de produtos, processos ou serviços inovadores.

A área útil do PTS é de aproximadamente 179.000 m2 e está localizada no Campus Samambaia da Universidade Federal de Goiás, no município de Goiânia – GO.

Alpha Parque - Cidade Ocidental
Captura de Tela 2021-03-04 às 13.06.00.

O Alpha Parque Tecnológico está localizado no município de Cidade Ocidental, estado de Goiás, na Cidade Alpha Planalto Central, em área de propriedade da empresa Alphaville Urbanismo, com 667.687,20 m², sendo 419.690,39 m² de área privativa, 219.574,56 m² de área pública destinados para equipamentos urbanos e 28.422,64 m² de área de preservação ambiental.

São Setenta e seis lotes com no mínimo 5mil m², e aproximadamente 226 mil m² de área destinada a instalação de universidades. Desde 2018, o parque está credenciado ao Programa Goiano de Parques Tecnológicos – PGTec.

Parque Tecnológico Instituto Federal Goiano – Rio Verde
Captura de Tela 2021-03-04 às 13.24.30.

O Parque Tecnológico é um complexo voltado para o desenvolvimento tecnológico e empresarial, que visa promover a inovação e a colaboração, a competitividade industrial, a capacitação empresarial e a possibilitar sinergias em atividades de pesquisa, de desenvolvimento tecnológico e de inovação entre empresas e Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs).

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano foi criado, de acordo com a Lei 11.892/2008[1], mediante integração do Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Verde, Centro Federal de Educação Tecnológica de Urutaí, e da Escola Agrotécnica Federal de Ceres. Sua Reitoria está instalada em Goiânia.

Parque Tecnológico Aparecida Tec - Aparecida de Goiânia
Captura de Tela 2021-03-04 às 13.45.53.

O Parque será construído próximo ao Anel Viário e a BR 153. O empreendimento, com área total de 235 mil metros quadrados, foi planejado para atender as demandas por áreas e serviços tecnológicos e de apoio de empresas inovadoras, principalmente aquelas com foco nos setores de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC), Energias Alternativas e Eficiência Energética.

 

O Parque Tecnológico é fruto da visão empreendedora de três grupos empresariais (JC Investimentos S/A, Grupo Terra e RC Empreendimentos Imobiliários).

Parque Tecnológico Comdefesa/UEG - Anápolis
Captura de Tela 2021-03-04 às 14.01.07.

Localizada em um eixo de grande desenvolvimento, Anápolis possui uma Plataforma Logística Multimodal, o Porto Seco Centro-Oeste e o futuro aeroporto de cargas, com obras de construção avançadas, que oferece todas as condições para a formulação e execução de políticas sustentáveis com base na ciência, tecnologia e inovação.

Este deve ser o empreendimento mais inovador já construído na região Centro-Oeste, A previsão é que o Parque Tecnológico de Anápolis crie cerca de 10 mil postos de trabalho. O projeto deverá abranger uma área total de 117 alqueires, com investimentos que somam cerca de R$ 1 bilhão, através de uma parceria público privada.

Parque Tecnológico GoiásTec - Catalão
Captura de Tela 2021-03-04 às 14.06.08.

Em fase de instalação no município de Catalão, o parque disponibiliza 250 mil metros quadrados para instalação de indústrias de tecnologia, com destaque para as que atendem o setor metal-mecânico, mineração, alimentos, logística e confecções. Ao todo, o parque compreende 400 mil metros quadrados onde também serão instaladas empresas de apoio como bancos e lanchonetes, área institucional com laboratório de pesquisa, auditório e uma área de preservação ambiental que vai ocupar 90 mil metros quadrados.

O GoiásTec vai funcionar como um catalisador de empresas para a região Sudeste do Estado, os empreendedores terão acesso aos programas de incentivos fiscais, suporte técnico, cursos de qualificação profissional e laboratório de pesquisas.